Polícia Militar confirma morte cerebral de sargento baleado em BH.

  • 08/01/2024

Polícia Militar confirma morte cerebral de sargento baleado em BH.

O policial militar de Minas Gerais que foi baleado na cabeça durante uma perseguição, teve a morte cerebral confirmada na noite desse domingo. Segundo a corporação, a vítima foi atingida por diversos disparos, à queima-roupa, ao abordar um suspeito de roubar um veículo, na noite da última sexta-feira.

O suspeito dos disparos Welbert de Souza FAGUNDES e um outro envolvido seguem presos.

A porta-voz da Polícia Militar de Minas Gerais, major Layla Brunella, informou que o autor dos disparos, de 25 anos, tem diversas passagens e estava em saída temporária.

“Possui 18 registros pela polícia militar é oriundo do sistema penal e estava de saidinha de Natal deveria ter retornado no dia 23 de dezembro ao sistema prisional e não retornou, não dá como passar por tudo isso e não se revoltar com o sistema e achar essa situação normal, disse a porta voz.”

Já o segundo suspeito, de 33 anos, tem 15 passagens pela polícia, sendo duas delas por homicídio. O homem estava em liberdade condicional, segundo a Polícia Militar. Ele foi preso pelos crimes de tráfico, posse de arma de fogo e tentativa de homicídio.

Nesse fim de semana, após audiência de custódia, a Justiça converteu em preventivas, por tempo indeterminado, as prisões dos dois suspeitos.

RELEMBRE O CASO

O crime aconteceu no bairro Novo Aarão Reis, na Região Norte de Belo Horizonte, quando equipes do 13º Batalhão perseguiam um carro roubado, com dois homens armados, pela Avenida Risoleta Neves. O veículo atropelou um motociclista e, após o acidente, os suspeitos desembarcaram e correram.

O sargento Roger Dias da Cunha, de 29 anos, conseguiu alcançar um dos criminosos. Ele deu ordem de parada, mas foi surpreendido pelo homem, que sacou uma arma e atirou várias vezes. O crime foi filmado por câmeras de segurança da rua.

Um cabo, que estava na condução de uma viatura, continuou a perseguir o autor dos disparos, que foi baleado e encaminhado para atendimento médico. O outro suspeito conseguiu fugir, mas acabou sendo encontrado e preso horas depois. Ele foi localizado em uma mata com a ajuda de cães da corporação.

O sargento foi socorrido e levado inicialmente para o Hospital Risoleta Tolentino Neves, na Região de Venda Nova. Depois, foi transferido para o Hospital João XXIII, na Região Centro-Sul da capital.

Roger Dias da Cunha tinha tem 10 anos de experiência na corporação e é pai de um bebê de cinco meses.

FONTE: CBN

Aplicativos


 Locutor no Ar

Edson Top Zap

Top Zap

15:00 - 15:59

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Ana Castela, Agroplay

Nosso quadro

top2
2. Marília Mendonça

Leão

top3
3. MC Xenon

Sem aliança no dedo

top4
4. Israel e Rodolfo, Ana Castela

Bombonzinho

top5
5. Treyce

Lovezinho

Anunciantes